7 dicas para decorar quartos de solteiro pequenos.

O quarto é um verdadeiro refúgio que pede conforto e privacidade, principalmente para os solteiros da casa, sejam eles crianças, adolescentes ou adultos. É onde passam a maior parte de seu tempo, estudando, lendo, assistindo TV ou curtindo uma boa música, e também onde costumam receber os amigos para conversar e se distrair.

E quando se trata de um dormitório de solteiro pequeno, planejar perfeitamente o uso do espaço é primordial para que seja fácil manter tudo organizado. Pensar em opções práticas e que mantenham a boa circulação pode parecer impossível, mas há diversos recursos que possibilitam tal missão. Se o dormitório abrigará duas pessoas, esse planejamento deverá ser ainda maior, e utilizar as paredes como grandes aliadas pode ser a solução para todos os problemas.

Outro quesito que não pode faltar na decoração é personalidade. As vezes, a preocupação em acomodar tudo com a sua devida ordem se torna o objetivo principal, e incluir a identidade de seu morador acaba sendo esquecida. Para que isso não aconteça, siga algumas instruções simples e fundamentais de quem entende do assunto, sempre respeitando o gosto pessoal e necessidade de quem habitará este cantinho.

1. Cores claras predominantes
As cores possuem o poder de transformar os ambientes. Isso ocorre não só pela beleza que elas trazem, mas também pelas sensações que elas podem criar. No caso de ambientes pequenos, por exemplo, as cores claras se tornam grandes aliadas, pois dão a impressão de amplitude e leveza. Além disso, ao apostar em ambientes com tons neutros, você pode abusar das cores nos objetos decorativos e na roupa de cama. Isso torna o espaço dinâmico, pois se enjoar da decoração, não precisa de uma grande reforma para mudar o aspecto do ambiente.

2. Uso de espelhos para dar sensação de amplitude
As profissionais acrescentam que os espelhos refletem aquilo que está à sua frente e, por isso, provocam uma sensação de amplitude do espaço. Muito utilizados na decoração, eles podem ser instalados em diversos pontos estratégicos, como na porta de um guarda roupas, por exemplo. Uma dica legal ao escolher o local no qual ele ficará é observar também a parede oposta. Ela deve ser tão charmosa quanto ele: o ideal é colocar o espelho direcionado para aquilo que você pretende destacar e chamar a atenção.

3. Poucos móveis
Os apartamentos pequenos, assim como outros lares com cômodos menores, vieram para ficar. Para seguir essa nova forma de habitação, muitos dos princípios de organização do espaço também precisaram se adequar. “Um desses princípios abrange a quantidade de móveis que compõem um ambiente. Nesse novo modelo, os antigos móveis monofuncionais abrem espaço para peças versáteis. Uma escrivaninha de um escritório, por exemplo, pode também ser projetada para ser uma penteadeira, tudo isso em um móvel só.

Nesse sentido, é de grande valia ressaltar a importância dos móveis planejados. Personalizado de acordo com suas necessidades, o usuário consegue um melhor aproveitamento do espaço. Como por exemplo, podemos citar um guarda-roupas que com extensão do chão ao teto, o que garante mais espaço para armazenamento.

A lógica do ‘menos é mais’ se torna interessante não apenas por filtrar o que é essencial para um ambiente, mas também por permitir que ele se torne agradável e confortável.

4. Sempre atento à circulação
Para garantir que o ambiente lhe trará praticidade no dia a dia é muito importante ficar atento à circulação. É ela que facilitará a sua passagem pelo cômodo, assim como o acesso aos diversos objetos de sua residência. Quando for adquirir um móvel, fique de olho: mesmo que ele seja apaixonante, o melhor é pesquisar um pouquinho mais antes de tomar uma decisão que pode se arrepender no futuro.

Além disso, as profissionais comentam que não se deixe enganar pela aparência. Os móveis sempre parecem ser menores do que realmente são dentro das lojas. Essa sensação ocorre devido a maioria dos estabelecimentos possuírem um pé direito maior do que o adotado em residências, além de, na maioria das vezes, serem projetadas para serem um espaço amplo, sem muitos pilares e paredes. A dica é sempre levar uma trena para medir os móveis antes de comprá-los.

5. Se quiser listras, que sejam estreitas e na vertical
As listras são adotadas como um recurso de ilusão de ótica no projeto. Assim como na moda, ao adotar listras verticais, ampliamos o ambiente. Porém é preciso ter cuidado ao usar esse recurso, pois dependendo da espessura das listras e do local onde for implantado, pode causar vertigem a alguns usuários. Como exemplo de locais não recomendados, podemos citar a parede posterior à televisão, dado que os movimentos da imagem em conjunto com a padronagem podem cansar a vista com facilidade.

6. Recorra a painéis para fixar TV
Segundo as arquitetas, antigamente, as televisões de tubo requeriam espaços generosos para acomodá-las. Com o desenvolvimento das televisões com perfis cada vez mais esbeltos, a forma de dispô-las nos espaços também foi revista. Em conjunto com a tecnologia, os lares também se tornaram cada vez menores, sendo assim, uma boa solução para manter a televisão no ambiente sem ocupar muito espaço na planta foi a utilização de painéis para a fixação.

Além de liberar o espaço para circulação, os painéis também possuem outra vantagem: dependendo da posição dos pontos elétricos, eles permitem que o usuário esconda a fiação por detrás da marcenaria, sem que precise cortar a parede para embuti-lá, por exemplo. Com diversas cores, formatos e acabamentos, esses também podem se tornar peças decorativas no ambiente, sendo mais um objeto que exprime a personalidade do usuário no espaço.

7. Prateleiras e nichos são sempre úteis
Apostar em prateleiras e nichos possui um grande benefício por serem peças pequenas pregadas diretamente na parede, e permitem que você tenha mais opções de armazenamento sem grandes custos. Além de contribuírem na organização do ambiente, eles não costumam ocupar grandes espaços, o que facilita a circulação das pessoas.

Da sua maneira, na sua medida

Motivos para escolher a projeto moveis

Projetos Editávies

Oferecemos customização verdadeira

Pensando em Você

Ambientes que levam em consideração a circulação e seus equipamentos

Respeitando as Diferenças

Variedades dos materiais fletindo a personalidade dos seus ocupantes

Agilidade

Metodologia e produção automatizada

O QUE FAZ A EXCELÊNCIA DA PROJETO MÓVEIS ?

+
Clientes de sucesso
+
Contatos recebidos pelos clientes
%
Dos clientes nos recomendam

DADOS PARA ORÇAMENTO

Blog

Acompanhe nossas novidades

VER TODAS NOTÍCIAS